sábado, 5 de junho de 2021

Descobrindo o WORLD VOYAGER

Foi com grande espectativa que visitamos o WORLD VOYAGER na sua escala inaugural em Ponta Delgada.

E de facto sentimos um grande orgulho em entrar a bordo de um navio de cruzeiros construído em Portugal nos estaleiros da WestSea em Viana do Castelo, sendo igualmente português o gabinete de design de todos os seus interiores. 

Um dos locais que gostamos mais de apreciar é sem duvida da ponte de comando, o local aonde o comandante e oficiais da ponte dirigem e controlam 24 horas tudo o que se passa a bordo. A mesma enquadra-se nas pontes de ultima geração, extremamente espaçosa e dotada de todos os mais modernos equipamentos de navegação.


LOBBY
Muito embora já tenhamos visitado muitas dezenas de navios de cruzeiro, o WORLD VOYAGER deixou-nos um excelente impressão. Os seus espaços foram criados com muito bom gosto, aonde o requinte se alia ao conforto, tornando a sua vivencia a bordo algo de muito agradável. A entrada no navio no Deck 4 é feita pelo Lobby, aonde estão sediada a recepção e o balcão de excursões,  a  Polar Library (equipada com muitos livros e alguns jogos de mesa) e a Polar Boutique, uma elegante boutique aonde se pode encontrar vestuário de marca e diversos outros produtos.  



O Lecture Theatre é um auditório dedicado essencialmente para palestras sobre os portos a visitar e de apresentação das atividades diárias no navio. Igualmente permite que seja usado como sala de cinema. 



OBSERVATION LOUNGE

O navio oferece muitas áreas publicas distribuídas pelos 6 Decks para passageiros, incluindo um espetacular Observation Lounge (dotado com uma cúpula de vidro) e com terraço ao ar livre ao redor. 




VOYAGER LOUNGE

Outro dos espaços que nos agradou muito foi o Voyager Lounge, uma área multiuso equipada com bar completo e dotada com grandes janelões do chão ao teto e equipada com confortáveis e luxuosos  cadeirões e poltronas.



Restaurante "DINING ROOM"

Terraço

É igualmente no Deck 4 que encontramos o "Dining Room Restaurant", um requintado restaurante localizado na popa, que surpreende pelas grandes janelas, e que permite a entrada de bastante luz natural. O mesmo possui um terraço que oferece a possibilidade dos passageiros usufruírem as refeições ao ar livre.


SPA

GINASIO

É igualmente no Deck 7 que encontramos alguns equipamentos de lazer, como o sempre imprescindível SPA aonde impera igualmente o bom gosto na sua conceção e um "Sauna Room" dotado com janelões que permitem aos seus utilizadores desfrutar de uma vista sobre o mar,  assim como um ginásio dotado de diversos equipamentos de manutenção.



A sua piscina exterior de agua aquecida possui igualmente um área infantil com piscina rasa. É  rodeada por uma área para banhos de sol com confortáveis espreguiçadeiras.   


No Deck 8 existe uma pista de jogging e é onde se encontram  colocados os zodíacos que equipam este navio, e que servem para os chamados desembarques de exploração. É igualmente aqui que se encontra o Heliponto, para alguma emergência.

Tivemos igualmente a possibilidade de visitar alguns dos camarotes de diferentes categorias e podemos afirmar que encontramos aposentos de alto nível, com excelentes dimensões, aonde impera o bom gosto na sua criação. 

FRENCH BALCONY


ADVENTURE CABIN


OWNER SUITE

O WORLD VOYAGER dispõe de 98 camarotes divididos em sete categorias, que variam de dimensões  entre os 17 m2 para Adventure Cabin e os 33 m2 das Owner suite, sem esquecer as French Balcony com 25 m2. 

Todas são luxuosamente equipadas, diríamos mesmo que os designers da Mystic esmeraram-se em pormenores de excelente nível, secador de cabelo, roupões de banho e chinelos, produtos de banho premium, HDTV com sistema de entretimento, internet e Bluetooth, cofre eletrónico e frigobar totalmente abastecida.

Aqui deixamos mais algumas imagens deste magnifico navio de cruzeiros português, que veio definitivamente lançar uma rota que  muito ansiada entre a Madeira e Açores, que temos a certeza que irá abrir as portas  a que mais operadoras de cruzeiros olham para estas ilhas, que como escreveu o capitão Hans Soderholm "é um grupo incrível de ilhas que mais pessoas devem visitar" 


                                                           


                                                         


                                                                  



Uma palavra de agradecimento a Mário Ferreira, o armador português que passo a passo está a entrar neste competitivo mundo dos cruzeiros de expedição e que neste tempo de pandemia decidiu apostar nas rotas entre as ilhas portuguesas.

texto e fotos ; António Silva


terça-feira, 1 de junho de 2021

PONTA DELGADA TORNA-SE O PRIMEIRO PORTO NACIONAL A VOLTAR A RECEBER ESCALAS DE NAVIOS DE CRUZEIROS

Depois de terem sido aprovadas pelo GRA na passada semana as regras apresentadas atempadamente pela Portos dos Açores, o terminal de cruzeiros das Portas do Mar recebeu hoje a primeira escala de um navio de cruzeiros, depois de mais de 14 meses sem qualquer movimento de cruzeiros.

Esse reinicio teve ainda um verdadeiro simbolismo, pois coube ao WORLD VOYAGER, navio de cruzeiros do armador nacional Mário Ferreira, e operado pela Nicko Cruises, uma empresa luso-germânica dedicada aos cruzeiros fluviais no norte da Europa, e que desde à cerca de dois anos se lançou no mercado de cruzeiros oceânicos, a honra de ser o primeiro navio a voltar a  escalar um porto nacional.

Este primeiro cruzeiro teve o seu inicio no passado sábado em Santa Cruz de Tenerife e para além de Ponta Delgada contempla escalas nas ilhas da Graciosa, Flores, Corvo, Faial, Pico e Santa Maria e terminando na cidade do Funchal aonde no dia 11 inicio um novo itinerário com escalas em todas as ilhas do nosso arquipélago.

WORLD VOYAGER foi construído nos estaleiros da WestSea em Viana do Castelo em 2020, sendo o segundo uma série de sete navios encomendados por aquele armador português,  que recebeu inicialmente o WORLD EXPLORER no principio de 2020 e que se prepara para receber nesta altura o WORLD NAVIGATOR que se encontra nos testes finais de mar.

O navio apresenta 126 metros de comprimento, 25 metros de boca e possui um calado de 4.7 metros. A sua capacidade de alojamento é de 200 passageiros e 130 tripulantes. Nestes itinerários iniciais o navio deverá transportar um pouco menos do que a metade da sua lotação normal.

Podemos afirmar de que estamos perante uma frota de navios de cruzeiro de pequenas dimensões e dedicados a um segmento de mercado de alto poder económico, habituado ao luxo, aonde a excelência e a qualidade do serviço se alia a um design de interiores muito bem concebido e, desenvolvido em Portugal. As suas acomodações são de altíssimo nível, como nos foi possível observar.


Tal como acontece em situações similares esta primeira escala do WORLD VOYAGER mereceu por parte da Portos dos Açores uma cerimónia de boas vindas e troca de placas, que ocorreu no terminal de cruzeiros das Portas do Mar. 

O WORLD VOYAGER partiu ás 18H00 com destino á ilha da Graciosa.

Nos próximos dias apresentaremos um interessante álbum com diversos imagens da maioria dos espaços públicos deste luxuoso navio que esteve hoje em Ponta Delgada.

fotos e texto : António Silva

  

  

terça-feira, 18 de maio de 2021

REGRESSO DOS CRUZEIROS AOS AÇORES JÁ NO PROXIMO DIA 1 DE JUNHO


Depois das conversações  que ocorreram  entre as autoridades dos  GR Madeira  e  dos Açores para o  regresso dos cruzeiros  aos dois arquipélagos, e da apresentação do plano desenvolvido pela Portos dos Açores em colaboração com a APRAM à Secretaria Regional do Turismo, e que mereceu o acordo dos responsáveis da Saúde no  arquipélago,  ficaram criadas as condições para o regresso ao nosso arquipélago dos navios de cruzeiros.   

Esse reinicio terá ainda um verdeiro simbolismo, pois caberá ao navio de cruzeiros português WORLD VOYAGER que tem como armador a empresa Mystic Cruises, do conhecido empresário Mário Ferreira.
O navio é operado pela Nicko Cruises, uma empresa germânica dedicada aos cruzeiros fluviais no norte da Europa, e que desde à cerca de dois anos se lançou no mercado de cruzeiros oceânicos.

Entre as normas que foram acordadas, realça-se o facto que os passageiros que viajam a bordo terem que apresentar  um comprovativo de realização do teste PCR, para despiste da infeção por SARS-COV-2 com resultado negativo, realizado nas 72 horas anteriores à hora de embarque ou desembarque, conforme o caso. As excursões em terra serão organizadas unicamente pela companhia e decorrerão em "bolha". Diga-se que estas normas já estão a ser aplicadas nos países europeus que já recomeçaram a receber navios de cruzeiros. 
       
O primeiro itinerário, ontem divulgado terá o seu inicio em Santa Cruz de Tenerife no próximo dia 28 do corrente mês e contempla escalas em Ponta Delgada no dia 1 de Junho, Praia da Graciosa no dia 2, Corvo e Flores no dia 3, Horta no dia 4, Lajes do Pico no dia 5, Praia da Victoria no dia 6 e Vila do Porto no dia 7, terminando este primeiro itinerário no dia 9 no Funchal. Os segundos e terceiros itinerários deverão ter algumas alterações em relação a este itinerário, agora divulgado. 

O WORLD VOYAGER foi construído nos estaleiros da WestSea em Viana do Castelo em 2019/20, sendo o primeiro de três navios idênticos encomendados por aquele armador que, já recebeu igualmente o WORLD EXPLORER em 2020, estando nesta altura o WORLD NAVIGATOR nos testes finais de mar, antes de ser entregue pelo estaleiro.

                             

Podemos afirmar de que estamos perante uma frota de navios de cruzeiro de pequenas dimensões dedicados a um segmento de mercado alto, habituado ao luxo, aonde a excelência e a qualidade do serviço se alia a um design de interiores muito bem concebido e, desenvolvido em Portugal.

O navio  possui 126 metros  de  comprimento, 25 metros de  boca e  um calado  de 4.7 metros.  A  sua capacidade  de alojamento  é de 200  passageiros  e  130 tripulantes. Nestes  itinerários o navio deverá transportar somente 90 passageiros e 60 tripulantes.

                              

O Azores Cruise Club gostaria de saudar algumas entidades envolvidas neste processo do regresso dos navios de cruzeiros, nomeadamente a Portos dos Açores SA e a APRAM (Associação dos Portos da Região Autónoma da Madeira), que conjuntamente trabalharam num projeto desenvolvido em pouco tempo, e que culminou com a aprovação do mesmo pelo GRA. 

Uma palavra de apreço igualmente para o armador Dr. Mário Ferreira, sem dúvida alguma  um empresário com uma visão muito abrangente e que, nesta altura em que o mundo está ainda com algumas interrogações fruto da pandemia que nos afeta, apostou no regresso dos seus navios ao mar e que depois de alguns itinerários pelo arquipélago das Canárias aposta agora em itinerários entre os dois arquipélagos portugueses.  

fotos : Mystic Cruises
texto : António Silva