sábado, 1 de junho de 2019

ORIANA DESPEDE-SE DOS AÇORES

O terminal de cruzeiros das Portas do Mar irá receber na próxima segunda feira, dia 3 de Junho a escala do  ORIANA, o mais antigo navio de cruzeiros da popular operadora britânica P&O.
Esta escala em Ponta Delgada merece ser realçada pelo facto de ser a 37ª que aquele navio faz a esta cidade, e porque também será a última vez que teremos a oportunidade de ver e admirar aquele paquete que ao longo dos seus 24 anos de existência trouxe aos Açores e particularmente a Ponta Delgada algumas dezenas de milhares de turistas britânicos.
Esta última escala na nossa cidade está integrada num cruzeiro de 16 noites intitulado "16 Nights Azores Canary Islands and Portugal", e que contempla igualmente uma escala na Praia da Victoria no dia 4, seguindo-se paragens no Funchal, La Palma, Gran Canária e Arrecife nas Ilhas Canárias, completando este cruzeiro com uma escala em Lisboa antes do seu regresso a Southampton. 
PIANO LAND
Como já foi divulgado pelos meios da comunicação social ligados à industria dos cruzeiros o ORIANA foi adquirido por interesses chineses, ficando ligado à Star Travel Ocean Cruise, uma nova companhia de cruzeiros que apareceu agora na China. De acordo com o que foi divulgado o navio passará a chamar-se PIANO LAND e ficará baseado no porto de Xiamen aonde iniciará operações a partir da segunda quinzena do próximo mês de Outubro essencialmente para o mercado daquele país.
Construído nos famosos estaleiros alemães de Meyer Werft em Papenburg em 1994 e 1995, iniciou a sua actividade a 6 de Abril de 1995, tendo sido madrinha a rainha Elizabeth.
Possui 69.153 toneladas de arqueação bruta, sendo as suas dimensões de 260 metros de comprimento, 32,2 metros de boca e um calado de 8,2 metros. 
Em ocupação normal tem capacidade para alojar 1828 passageiros, sendo a sua tripulação composta normalmente por 760 membros.
Atendendo que se trata da última escala deste navio esperamos que a Portos dos Açores, tal como está acontecendo um pouco por todos os portos aonde aquele navio esta a passar pela última vez, ofereça uma "Farewell" condigna na sua saída com a presença dos rebocadores do porto com os seus repuxos e apitos. 
fotos : António Simas, António Silva, Cruise Industry News
texto : António Silva

quarta-feira, 8 de maio de 2019

PROXIMAS ESCALAS DE NAVIOS DE CRUZEIRO NOS AÇORES

O mês de Maio de 2019 ficará gravado em letras douradas na já longa história do turismo de cruzeiros nos Açores, pois permitiram para além dos excelentes números de escalas a obtenção de um novo recorde de visitantes num mesmo dia.
Essa situação verificou-se no passado dia 4 do corrente quando Ponta Delgada recebeu a escala simultânea de quatro navios de cruzeiros, que globalmente trouxeram até à ilha de São Miguel 10.316 passageiros e 4.589 tripulantes, num dia marcado ainda por outros dois interessantes acontecimentos.
Foi a primeira vez em Portugal e mesmo na Europa que estiveram juntos no mesmo porto três navios da conceituada operadora norte-americana Norwegian Cruise Line.
Em segundo lugar foi quebrado o recorde de 2015 quando o Quantum of the Seas trouxe ao terminal de cruzeiros das Portas do Mar 5.580 visitantes, pois neste dia o  Norwegian Epic tinha a bordo nesta sua escala 5.702 visitantes.

No prosseguimento da passagem de navios de cruzeiros no arquipélago teremos até ao final do corrente mês nos três principais portos da região dez escalas com um previsão global de 12.000 passageiros e 6.700 tripulantes.
Assim no próximo dia 10 do corrente teremos em Ponta Delgada mais dois navios de cruzeiros que no seu conjunto trazem a São Miguel 4.816 passageiros e 1.965 tripulantes
Natural destaque para a escala inaugural do MARELLA EXPLORER da operadora inglesa Marella Cruises, uma das empresas do grupo alemão TUI.
A passagem por Ponta Delgada faz parte de um roteiro transatlântico iniciado em Bridgetown nos Barbados no passado dia 28 de Abril e que para além das escalas em Ponta Delgada e Horta contempla paragens em alguns portos das Caraíbas, França e Bélgica, antes de terminar o cruzeiro no próximo dia 18 em Newcastle na Grã-Bretanha. Neste itinerário o navio transporta 1871 passageiros.
Construido nos estaleiros de Meyer Werft em Papenbourg em 1996 como Galaxy, foi o segundo navio da classe Century construido para a Celebrity Cruises
Em 2008, após cerca de doze anos de serviço como Galaxy, foi renomeado como Celebrity Galaxy, tendo em Maio de 2009 sido transferido para a frota da TUI Cruises, uma joint venture entre a TUI AG e o grupo RCI. Em virtude dessa transferência foi renomeado Mein Schiff em 15 de Maio de 2009 e Mein Schiff 1 em Novembro de 2010. Finalmente em 2018 passou a integrar a frota da Marella Cruises operadora passando então para o actual nome.
Possui 76.998 toneladas de arqueação bruta, 259,70 metros de comprimento, 32,20 metros de boca e um calado de 7.70 metros, possuindo 10 decks destinados aos passageiros.
Em ocupação normal tem capacidade para alojar 1.994 passageiros sendo a sua tripulação composta por 904 tripulantes.
O segundo navio a visitar a nossa cidade nesse dia é o EMERALD PRINCESS, da reconhecida companhia de cruzeiros Princess Cruises, sediada em Seattle.
Esta escala integra-se num cruzeiro transatlântico de 22 noites entre Fort Laudardale na Florida e Civitavecchia em Itália, aonde aquele luxuoso paquete ficará sediado na temporada de verão que agora irá começar. Neste itinerário transatlântico o navio transporta 2945 passageiros e 1185 tripulantes.
Inaugurado em Maio de 2007, foi construído na Itália pelos estaleiros Fincantieri, em Monfalcone. Tem 290 metros de comprimento, 36 metros de boca e 8 metros de calado. Possui 113,500 mil toneladas de arqueação bruta e tem capacidade máxima para 3500 passageiros e 1223 tripulantes. Disponibiliza 15 decks para passageiros aonde se situam os 11105 camarotes exteriores e os 452 interiores.
No dia 12 está agendada a passagem em Ponta Delgada do BRILLIANCE of the SEAS, segundo navio da classe Radiance da Royal Caribbean International. Esta passagem em Ponta Delgada resulta de uma viagem transatlântica de 15 noites entre Tampa na Florida e Amesterdão na Holanda, contemplando igualmente escalas em Waterfor e Cork na Irlanda e Zeebrugge na Bélgica.
Inaugurado em agosto de 2002, foi construído na Alemanha pelos estaleiros Meyer Werft, em Papenburg. Possui 90.090 toneladas de arquação bruta. Tem 293 metros de comprimento, 32,2 metros de boca e 8,5 metros de calado e tem capacidade para acomodar 2500 passageiros e 858 tripulantes. Disponibiliza 12 decks para passageiros aonde se situam os aposentos para passageiros, 817 exteriores e 233 interiores.
Para o dia 17 teremos a escala do BLACK WATCH da popular operadora inglesa Fred Olsen Cruise Line.
Esta visita resulta de um interessante cruzeiro de 13 noites iniciado em Liverpool, denominado “Cidades de Portugal”, e que inclui para além de P Delgada, escalas nas cidades da Horta, Praia da Victoria, Lisboa e Leixões.
Construído em 1972, nos estaleiros Wartsila, na Finlândia, foi o primeiro navio de um trio de encomendas para a já extinta companhia Royal Viking Line. Foi inaugurado como Royal Viking Star, e era de menores dimensões e capacidade do que a atualidade, pois acabou por ser aumentado (1981) em cerca de 28 metros. Desde então, já assumiu outras designações em virtude de ter sido adquirido ou transferido para outras companhias. Até à denominação atual, o Black Watch já navegou como Westward e também como Star Odyssey.
Possui 205 metros de comprimento, 25 metros de boca e 7,3 metros de calado: Desloca 28,613 toneladas de arqueação bruta e tem capacidade máxima para acomodar 800 passageiros com 380 tripulantes.
O dia 19 marca o regresso a Ponta Delgada do DISNEY MAGIC, o mais antigo paquete da conceituada operadora Disney Cruise Line.
O navio estará a fazer um roteiro transatlântico, iniciado em Miami no dia 12 e que irá terminar em Barcelona no próximo dia 25, contemplando escalas igualmente em Lisboa, Málaga, Cádiz e Cartagena.
Inaugurado em 1998, o DISNEY MAGIC foi construído na Itália pelos estaleiros Fincantieri, em Monfalcone . Como principais características, salientamos os 294 metros de comprimento, 32,2 metros de boca, 8 metros de calado, 83 mil toneladas de arqueação bruta e capacidade máxima para 1800 hóspedes em ocupação normal e 900 tripulantes. O navio disponibiliza 11 decks para passageiros, com um total de 875 cabines.
Orientado para os mais novos e para o universo Disney, o navio surpreende pelas suas linhas exteriores, influenciadas pelos grandes paquetes dos anos 30, sendo igualmente de destacar o seu colorido.
Para o dia 23 está programado o regresso a Ponta Delgada do luxuoso navio de cruzeiros SEVEN SEAS NAVIGATOR, um dos navios da famosa operadora Regent Seven Seas Cruises, uma das empresas “Premium” do grupo Norwegian Cruise Line Holdings Lda, que no inicio do mês esteve em Ponta Delgada e na Horta.
Este escala em Ponta Delgada está inserida num cruzeiro “east bound” de 15 noites iniciado em Nova York no dia 15, e que contempla igualmente paragens em Brest e Cherbourg na França e Zeebrugge na Bélgica antes de terminar o itinerário em Amesterdão no próximo dia 29.
Construído em 1999 nos famosos estaleiros Moriotti em Itália o SEVEN SEAS NAVIGATOR possui 28.803 toneladas de deslocamento. As suas dimensões são 170,6 metros de comprimento, 24,8 metros de boca e um calado de 7,5 metros. Tem capacidade para receber até 504 passageiros, sendo a sua tripulação composta por 326 elementos.
As escalas do mês irão terminar no próximo dia 31 com a segunda visita a Ponta Delgada do OCEAN DREAM navio que opera pela ONG nipónica Peace Boat, e que passou pela primeira vez em Ponta Delgada a 14 de Outubro de 2015.
Antigo navio da Carnival o OCEAN DREAM navega agora sob a bandeira daquela organização japonesa que se dedica a promover a paz pelo mundo, bem como os direitos humanos e respeito pelo meio ambiente.
Anualmente aquela organização organiza três voltas ao mundo com a duração de pouco mais de 3 meses e que permite aos seus passageiros e voluntários percorrer muitos portos ao longo do seu itinerário, estando neste momento a realizar sua 101ª viagem global iniciada a 20 de Abril na cidade japonesa de Yokohama e que terá o seu fim no próximo dia 2 de Agosto na cidade de Osaka igualmente no Japão.
Construído em 1981 nos estaleiros Aalborg Vaerft em Aalborg na Dinamarca sob o nome Tropicale, foi o primeiro navio de cruzeiros mandado construir pela Carnival.
Esteve ao serviço da mesma até 2001, quando foi transferido para Costa Cruzeiros, que na altura já era uma subsidiária da Carnival, passando a chamar-se Costa Tropicale.
Em 2005 foi novamente transferido, desta vez para P&O Austrália, aonde se manteve com o nome de Pacific Star até ser adquirido pela Royal Caribbean em 2008 e entregue à Pullmantur, aonde se manteve até ao final de 2011, quando foi adquirido pela Maritime Holdings Group, e passando a operar pela Peace Boat.
O OCEAN DREAM possui 204 metros de comprimentos, 26,3 metros de boca, deslocando 33.350 Gros. Ton. Tem capacidade máxima para 1400 passageiros e possui uma tripulação de 500 elementos.
Muito embora seja um navio com 38 anos de existência e fruto das diversas reconversões que sofreu, mantém uma excelente qualidade em todos os seus espaços, afim de poder cativar, principalmente no mercado nipónico, passageiros e voluntários para as suas viagens pelo globo.
Nestes itinerários os seus convidados podem viver, aprender e relaxar num ambiente muito calmo, ao mesmo tempo que viajam por alguns dos lugares mais exóticos do planeta.
Durante cada viagem a Peace Boat organiza uma série de atividades educacionais, incluindo conferências e palestras por oradores convidados e ao mesmo tempo que existem aulas de línguas (japonês,inglês e espanhol) permitindo assim que todos possam aprender algo de novo enquanto viajam.
fotos : António Simas, Manuel Botelho, José Borges, António Silva
texto : António Silva


quinta-feira, 2 de maio de 2019

GRANDE MOVIMENTOS DE NAVIOS DE CRUZEIROS A PARTIR DE AMANHA EM PONTA DELGADA

Depois de um interessante movimento ocorrido no mês de Abril os primeiros dias do corrente mês ficarão marcado pelo conjunto muito significativa de navios de cruzeiros em Ponta Delgada neste primeiros dias deste mês, com natural destaque para o próximo dia 4 aonde estarão em Ponta Delgada em simultâneo quatro navios de cruzeiros que neste dia poderão trazer á ilha de São Miguel largas dezenas de milhares de visitantes.
Facto muito curioso e possivelmente inédito em portos nacionais e igualmente europeus será a presença nesse dia de três navios da conceituada operadora norte americana Norwegian Cruise Line. 
Outra visita que merece ser salientada é a da escala do novo CELEBRITY EDGE, novissiomo e revolucionário navio da Celebrity Cruises e que no pasado mês de Novembro esteve em Ponta Delgada numa escala técnica quando viajava entre o estaleiro e a cidade de Nova York
As escalas do mês de Maio iniciam-se já no dia de amanhã com a passagem em Ponta Delgada de mais dois navios de cruzeiros.
O Le BOREAL, luxuoso navio de cruzeiros da operadora francesa Compagnie Le Ponant que se encontra a fazer um itinerário transatlântico entre as Caraíbas e Londres é o destaque deste dia, pois marca o regresso aos Açores deste luxuoso mega-iate que esteve em Ponta Delgada pela primeira vez em Abril de 2014. De salientar que o navio escalou igualmente neste itinerário a cidade da Horta.
Construido nos estaleiros italianos de Fincanteri em Ancona, apresenta como principais características os seus 142 metros de comprimento, 18 metros de boca e 4,7 metros de calado. Possui 10.944 toneladas de arqueação bruta, sendo a sua capacidade de alojamento de 264 passageiros e 140 tripulantes. De salientar que os seus alojamentos são todos em suites com varandas.
Tal como os restantes navios  desta classe este luxuoso paquete foi construído essencialmente vocacionado para o mercado francês que privilegia o requinte e o luxo proporcionado por navios com esta dimensão, que oferecem  uma ambiente muito próprio e familiar, aonde se alia igualmente o requinte da melhor cozinha francesa. 
                                  
Neste mesmo dia o Terminal de Cruzeiros das Portas do Mar recebe a escala do SERENADE of the SEAS, terceiro navio da aclamada classe Radiance, da Royal Caribbean Cruises International. Esta passgem  em Ponta Delgada resulta de uma viagem transatlântica de 16 noites entre Ft. Lauderdale e Copenhaga, incluindo no seu itinerário visitas a Ponta Delgada, Cork, Le Havre, Zeebrugge e Amesterdão. Findo este roteiro, a capital dinamarquesa será o home port dos cruzeiros que o mesmo vai efetuar na temporada de verão, a maioria dos quais tem como destino as capitais do Báltico e os fiordes noruegueses.
Inaugurado em agosto de 2003, foi construído na Alemanha pelos estaleiros Meyer Werft, em Papenburg. Com 293 metros de comprimento, 32,2 metros de boca, 8,5 metros de calado, possui 90.090 toneladas de arqueação bruta e tem capacidade para acomodar 2500 passageiros e 858 tripulantes. Com um total de 12 decks para passageiros, disponibiliza 1050 cabines, 817 com vista para o exterior e 233 interiores.
O Serenade of the Seas e os idênticos Radiance of the Seas, Brilliance of the Seas e Jewel of the Seas, são os únicos navios da conhecida frota norte americana que possuem motorização com turbinas de propulsão a gás em vez da combinação habitual de motores diesel ou diesel elétrico. Estes quatro navios continuam a figurar em lugar de destaque nas preferências dos clientes da Royal Caribbean.
No dia 3  Ponta delgada irá receber pelas 16 horas a escala  do MARELLA DISCOVERY 2, da operadora britânica Marella Cruises, nova designação da anterior Thomson Cruises. A passagem deste interessante navio de cruzeiros esta inserida num cruzeiro de 18 noites e que se iniciou no passado dia  23 de Abril em Montego Bay na Jamaica e que para além de Ponta Delgada contemplava uma escala na cidade da Horta mas que por razões operacionais foi cancelada, terminando este trajeto no próximo dia 11 em Palma de Maiorca, aonde o navio ficará base na época de verão.
Construido nos estaleiros franceses de Chantiers de l`Atlantique em St Nazaire em 1995 para a Royal Caribbean International ostentou o nome de Legend of the Seas e, sob este novo visitou algumas vezes Ponta Delgada, sendo a última a 23 de Abril de 2014. Em 2016 foi transferido para a Thomson Cruises, aonde se mantém até ao presente.
Com 264 metros de comprimento, 32 metros de boca e 7,9 metros de calado o Marella Discovery 2 possui 69.130 toneladas de arqueação bruta. Em ocupação máxima tem capacidade para alojar 2076 passageiros e 735 tripulantes

O dia 4 de Maio ficará marcado na história dos cruzeiros nos Açores pois pela primeira vez um porto nacional e possivelmente europeu irá receber a escala conjunta de três navios da Norwegian Cruise Line, terceiro maior operador de cruzeiros a nível mundial. Neste dia estimamos que os quatro navios deverão trazer a Ponta Delgada entre passageiros e tripulantes cerca de treze mil visitantes, que por esse facto deverão constituir um novo recorde de visitantes no mesmo dia. 
O primeiro navio a chegar a Ponta Delgada será o NORWEGIAN JADE, o terceiro navio da conceituada operadora norte americana Norwegian Cruise Line, que deverá atracar pelas 6 horas da manhã.
Aquele paquete está a fazer um cruzeiro transatlântico de reposicionamento que se iniciou no passado dia 28 de Abril em Nova York   e que para além de Ponta Delgada inclui paragens em  Lisboa, Cádiz, Barcelona, Cannes e Livorno antes de terminar este itinerário em Civitavecchia no proximo dia 12.
Com 294 metros de comprimento, 32 metros de boca, 8,2 metros de calado e 93.558 toneladas de arqueação bruta, o navio tem capacidade para 2.402 passageiros em ocupação normal e  1038 tripulantes.
Inaugurado em maio de 2006, foi construído nos estaleiros Meyer Werft, em Papenburg, na Alemanha. Foi integrado na Norwegian Cruise Line America como Pride of Hawai, destinado a operar entre os Estados Unidos e o Hawai. A pouca rentabilidade daqueles itinerários estiveram na base da decisão de, em 2008, o navio rumar à Europa. Nesse mesmo ano, visitou Ponta Delgada, ainda sem a pintura atual, e ficou atracado no cais comercial.
O segundo navio da NCL a chegar a Ponta Delgada pelas 9 horas será o NORWEGIAN STAR igualmente da Norwegian Cruise Line que nesta cidade fará uma escala inserida num cruzeiro que se iniciou no passado dia 22 em  Miami e que liga aquela cidade norte americana e Terragona em Espanha, contemplando para além da nossa cidade paragens no Funchal, Cádis, Málaga, Cartagena e Palma de Maiorca
Inaugurado em maio de 2001, foi construído igualmente nos estaleiros Meyer Werft, em Papenburg, na Alemanha para a Star Cruises  como SuperStar Libra, tendo naquele mesmo ano passado para a actual operadora.
Com 294 metros de comprimento, 32 metros de boca, 8,2 metros de calado e 93.558 toneladas de arqueação bruta, o navio tem capacidade para 2.348 passageiros em ocupação normal e  1038 tripulantes.

O terceiro navio aguardado nesse dia será o NORWEGIAN EPIC, um dos mais populares navios da Norwegian Cruise Line que tem a sua chegada anunciada para as 11 horas.
A escala deste imponente navio norte americano está inserida num cruzeiro transatlântico de 15 noites entre as cidades de Port Canaveral e Barcelona, e que contempla igualmente escalas nas cidades do Funchal, Cádiz, Málaga, Cartagena e Palma da Maiorca.
Inaugurado em 2010 o Norwegian Epic foi construido nos estaleiros franceses de Chantiers de lÁtlantique em Saint Nazaire.
Possui  155.873 toneladas de arqueação bruta, sendo as suas dimensões de 329,45 metros de comprimento, 40,64 metros de boca e um calado de 8,7 metros. 
Tem capacidade para alojar 4.100 passageiros em ocupação normal, sendo a sua tripulação composta por 1.730 elementos. 
No dia 6 Ponta Delgada recebe mais dois navios de cruzeiros, ambos muito aclamados pela comunicação social da especialidade pelas especificidades que ambos apresentam
Realce por inteiro para o regresso a esta cidade do novíssimo CELEBRITY EDGE, o novo navio de cruzeiros da Celebrity Cruises, uma das empresas "premium" do grupo Royal Caribbean, que foi entregue no dia 31 de Outubro do ano passado à companhia pelos famosos estaleiros franceses STX France, localizados em St Nazaire, e que a 7 de Novembro esteve em Ponta delgada em escala técnica durante 8 horas unicamente com tripulantes e trabalhadores do estaleiro que se encontravam a bordo a proceder aos acabamentos finais do mesmo.
Esta sua primeira escala nos Açores com passageiros faz parte de um itinerário transatlântico entre Fort Laudardale e Southampton e engloba para além da paragem em Ponta Delgada escalas  em Kings Wharf na Bermuda, Lisboa, Bilbao e Le Havre antes da sua chegada àquele porto britânico no próximo dia 13.   
O CELEBRITY EDGE é um navio com uma concepção totalmente diferente dos actuais navios de cruzeiros, com inovações até agora nunca apresentadas. O seu visual distingue-se desde logo com o design da sua proa com uma configuração a fazer lembrar as proas dos grandes transatlânticos do inicio do século XX.
Possui 129.500 toneladas de arqueação bruta, 307 metros de comprimento, 39 metros de boca e um calado de 9 metros. Disponibiliza 14 decks para passageiros. Tem capacidade para alojar 2.918 passageiros nos seus 1.467 camarotes, sendo 81% com varandas, 10% com vista janela e 9% interiores. A sua tripulação é composta por1.320 elementos.
O navio oferece 4 restaurantes principais, 7 restaurantes de especialidades  e 5 locais de refeições complementaras. Existem igualmente 11 bares distribuídos nos diversos espaços do mesmo. 
Por tudo o que foi criado neste navio, a Celebrity Cruises pagou a módica quantia de 1.000 milhões de $USD, que vem demonstrar que a companhia não se poupou para oferecer algo de novo e inovador na industria de cruzeiros.
O outro navio a passar em Ponta delgada nesse dia é o luxuoso navio de cruzeiros SEVEN SEAS NAVIGATOR, um dos navios da famosa operadora Regent Seven Seas Cruises, uma das empresas “Premium” do grupo Norwegian Cruise Line Holdings Lda, com sede em Miami e pertencente a um grande grupo económico com capitais asiáticos.
Este escala em Ponta Delgada está inserida num extenso cruzeiro de 131 noites iniciado em Los Angeles na Califórnia no passado dia 4 de Janeiro  e que depois de percorrer diversos portos espalhados pelo Pacifico, Indico e Mediterraneo faz as suas últimas escalas deste inovador itinerário em Ponta Delgada, Horta e St George na Bermuda antes de terminar o cruzeiro em New York no próximo dia 15 do corrente.
Construído em 1999 nos famosos estaleiros Moriotti em Itália o SEVEN SEAS NAVIGATOR possui 28.803 toneladas de deslocamento. As suas dimensões são 170,6 metros de comprimento, 24,8 metros de boca e um calado de 7,5 metros. Tem capacidade para receber até 504 passageiros, sendo a sua tripulação composta por 326 elementos.
Sobre o navio podemos dizer que estamos perante um paquete com os mais altos padrões de luxo e conforto, a que se alia um serviço de alta qualidade, não fossem os paquetes da Regent Seven Seas Cruises destinados a uma clientela de alto poder económico. Basta dizer que para o segmento final deste cruzeiro de 16 noites entre Civitavecchia  e Nova York os preços começavam nos  7.600 USD nas suites normais e acabavam nos 9.800 USD para a Penthouse suite.
fotos : António Silva, António Simas
texto : António Silva

quinta-feira, 18 de abril de 2019

18 NAVIOS DE CRUZEIROS COM 23 ESCALAS NOS PRINCIPAIS PORTOS DO ARQUIPÉLAGO ATÉ AO FINAL DE ABRIL

Os últimos quinze dias do mês de Abril irão trazer a alguns portos do arquipélago diversos navios de cruzeiros que nesta época do ano regressam das Caraíbas aonde estiveram na época de Inverno
Destaque natural para Ponta Delgada aonde teremos nesse período 11 escalas que deverão trazer a esta ilha mais de 20.000 passageiros e cerca de 19.400 tripulantes.
Assim amanhã, dia 19 teremos em Ponta Delgada a presença de dois navios de cruzeiros. Destaque natural para o regresso do AURORA, um dos navios da operadora inglesa P&O que estará em Ponta Delgada no âmbito de um itinerário 16 noites denominado “16 Nights Portugal, Canary Islands and Azores” que se iniciou no passado dia 8 na cidade inglesa de Southamton, visitando Lisboa, Arrecife, Gran Canária e La Palma nas Canárias, Funchal e terminando as escalas com passagens em Ponta Delgada neste dia e no dia seguinte na Praia da Victória.
Inaugurado à 19 anos, mais precisamente a 27 de Abril de 2000, o Aurora foi construído nos estaleiros alemães Meyer Werft, em Papenburg, tornando-se assim o segundo navio encomendado pela P&O Cruises naquele estaleiro, num plano estabelecido então para renovação da frota da companhia inglesa, iniciada com a construção do Oriana cinco anos antes.
Como principais características do Aurora, destacamos os seus 270 metros de comprimento, 32 metros de boca e 7,9 metros de calado. Com 76,152 mil toneladas de arqueação bruta, o mesmo tem capacidade máxima para 1895 passageiros e 850 tripulantes.
Este contemporâneo navio possui 9 decks com 934 cabines, das quais 406 têm varanda, 249 janela e 279 são interiores sem qualquer vista para o exterior do navio.
Igualmente neste dia teremos a escala do navio de cruzeiros à vela WIND SURF da companhia Windstar Cruises.
Esta escala está inserida num cruzeiro transatlântico iniciado em St. Marten nas Caraíbas no passado dia 9 e que irá terminar em Barcelona a 1 de Maio, incluindo neste itinerário e para além de Ponta Delgada escalas em Lisboa, Cadiz, Gibraltar, Málaga, Almeria, Cartagena e Palma de Maiorca.
Construído em 1989 nos estaleiros franceses de Ateliers & Chantiers na cidade do Havre, este elegante e luxuoso navio desloca 14.745 toneladas de arqueação bruta, sendo as suas dimensões 187 metros de comprimento, 20 metros de boca e 5,40 metros de calado. A sua área vélica é de 2.400 metros quadrados, capaz de proporcionar uma velocidade de cruzeiro entre os 10 e 15 nós. A sua capacidade de alojamento é de 312 passageiros em ocupação normal sendo a tripulação composta por 163 elementos.
No dia 21 será a vez de Ponta Delgada dar as boas vindas ao REGAL PRINCESS, um dos mais aclamados navios da Princess Cruises.
O impressionante navio de cruzeiros norte-americano encontra-se em viagem transatlântica entre Ft. Lauderdale e Copenhaga, com escalas em Ponta Delgada, Zeebrugge, Roterdão e Aarhus antes de chegar à capital da Dinamarca, aonde aquele navio terá o seu porto base na época de verão que agora se inicia.
Inaugurado em maio de 2014, foi construído na Itália pelos estaleiros Fincantieri, em Veneza. Com 330 metros de comprimento, 38 metros de boca e 8,5 metros de calado, possui 142,714 mil toneladas de arqueação bruta e tem capacidade máxima para 3560 turistas e 1346 tripulantes. O navio disponibiliza 17 decks para passageiros, com um total de 1780 cabines, das quais 1438 são exteriores e 342 interiores.
No dia 22 será a vez do terminal de cruzeiros das Portas do Mar receber a escala do VEENDAM, navio de cruzeiros da afamada Holland America Line. O paquete holandês encontra-se a realizar uma peculiar viagem transatlântica de 14 dias, entre Fort Laudardale e Civitavecchia em Itália, contemplando neste cruzeiro escalas em Ponta Delgada, Málaga, e Cartagena em Espanha antes da sua chegada no dia 28 aquele porto italiano.
Construído nos estaleiros italianos Fincantieri, em Veneza, entrou ao serviço do atual operador em maio de 1996. O navio foi o último de quatro navios da classe Statendam. Em 2009, o navio foi remodelado e essa intervenção incluiu a adição de dois decks na zona exterior da popa do navio.
Possui 219 metros de comprimento, 31 metros de boca e 7,5 metros de calado, tendo 57,100 mil toneladas de arqueação bruta, podendo acomodar até 1266 passageiros em ocupação normal, sendo a sua guarnição constituída por 561 tripulantes.

No dia 23 teremos uma escala dupla em Ponta Delgada preconizada pelos paquetes CROWN PRINCESS e ROTTERDAM.
O CROWN PRINCESS, um dos navios da classe Crown da operadora Princess Cruises escala Ponta Delgada no âmbito de um cruzeiro transatlântico entre Fort Laudardale e Southampton, incluindo escalas igualmente em Lisboa, Bilbao, Zeebrugge e Portland.
Construido nos estaleiros Fincantieri em Monfalcone. Itália aquele navio começou a operar em 2006. Possui 113.561 toneladas de arqueação bruta e apresenta 290 metros de comprimento, 36 metros de boca e um calado de 8,9 metros. Possui 18 decks para passageiros. Em lotação normal pode transportar 3.088 passageiros e 1.205 tripulantes. Segundo o site CruiseTimetable o navio vem em ocupação total.
O ROTTERDAM, primeiro navio da Rotterdam Class da aclamada operadora Holland America Line é o outro visitante deste dia. Esta sua paragem em Ponta Delgada está englobada num cruzeiro transatlântico de 15 noites entre a cidade norte americana de Tampa na Flórida e a cidade holandesa de Roterdão, porto que servirá de base ao navio no Norte da Europa.
Construido nos estaleiros italianos de Fincantieri em Trieste, foi inaugurado em Novembro de 1997, sendo o sexto navio a quem foi dado o nome de Rotterdam.
Possui 61.849 toneladas de arqueação bruta, tem como comprimento 238 metros. 32 metros de boca e um calado de 8,2 metros. Em ocupação normal tem capacidade de alojamento para 1.404 passageiros e 600 tripulantes.
Tal como em muito dos outros navios da HAL este navio tem a bordo uma coleção de peças de arte avaliadas em 2 milhões de dólares.
No dia 28 será a vez do terminal de cruzeiros das Portas do Mar receber a visita do pequeno paquete de expedição BREMEN, da famosa operadora alemã Hapag Lloyd, que nesta cidade inicia um interessante cruzeiro de 15 dias entre esta cidade e Hamburgo, contemplando inicialmente escalas nas ilhas do Pico, Faial, Graciosa e Terceira, antes de prosseguir a sua viagem com destino ao norte da Europa.
Construido nos estaleiros japoneses de Mitsubishi Shipyards em 1990 para a extinta operadora Frontiere Cruises, foi adquirido pela actual operadora em 1993, tendo nessa altura mudado para o nome actual. Desloca 6.752 toneladas de arqueação bruta, possuindo 111,50 metros de comprimento, 17 metros de boca e um calado de 4,8 metros. Tem capacidade para alojar 155 passageiros.

No dia 29 estarão três navios de cruzeiros em Ponta Delgada que nesse dia por certo trarão a Ponta Delgada um movimento muito interessante de visitantes.
Realce para as duas escalas inaugurais que nesse dia ocorrerão preconizadas pelo CELEBRITY REFLECTION e NIEUW STATENDAM.
A primeira escala inaugural do dia será preconizada pelo CELEBRITY REFLECTION, o último navio da conceituada classe Solstice a ser construido para a Celebrity Cruises, uma das empresas “premium” do grupo Royal Caribbean International.
A escala em Ponta Delgada COM "overnight" faz parte do itinerário “estbound” de 14 noites iniciado no dia 22 em Fort Laudardale na Flórida e que irá terminar a 6 de Maio em Dublin na Irlanda, depois das escalas nos Açores, Cork e Liverpool.
Construido igualmente nos estaleiros alemães de Meyer Werft, tendo sido entregue à companhia em Outubro de 2012, sendo o seu custo de 750 milhões de dólares. Em relação aos restantes quatro navios desta classe apresenta algumas alterações, em virtude de possuir mais um deck e ser um pouco maior. Possui 125.366 toneladas de arqueação bruta, 319 metros de comprimento, 37,4 metros de boca e 8,6 metros de calado. Em ocupação normal possui alojamento para 3.046 passageiros, sendo a sua tripulação composta por 1.500 elementos.
A outra escala inaugural do dia é preconizada pelo luxuoso NIEUW STATENDAM, o segundo navio da Pinnacle-Class construído para Holland America Line. Esta paragem na nossa cidade é a primeira de um cruzeiro de 13 noites e que leva este já famoso paquete desde Fort Laudardale na Florida, porto base da companhia durante o Inverno até ao porto italiano de Civitavecchia, incluindo igualmente no seu trajeto escalas em Málaga e Cartagena em Espanha.
Inaugurado em Dezembro de 2018, foi construido nos estaleiros italianos de Fincantieri em Marghera, tendo sido a sua madrinha a conhecida e famosa Oprah Winfred. Como dimensões possui 296 metros de comprimento, uma boca de 35 metros e um calado de 8 metros. Em ocupação normal transporta 2.666 passageiros que poderão chegar aos 3.375 em capacidade máxima, sendo a sua tripulação composta por 1.030 elementos. Possui 99.500 toneladas de arqueação bruta.
Tal como o seu irmão gémeo Koningsdam a sua decoração é muito sóbria, aonde impera os tons claros e muito sóbrios. Os arquitectos e os designers de interiores preocuparam-se em transmitir ao navio um ambiente muito luxuoso e apelativo, muito apropriado ao tipo de passageiros que normalmente procuram os navios da HAL.
Em resumo, mais um excelente navio de cruzeiros que embora tenha poucos meses de existência tem merecido rasgados elogios dos críticos da especialidade.
O terceiro visitante do dia será o paquete ORIANA da P&O Cruises, que escala Ponta Delgada e no dia seguinte a Praia da Victória no âmbito dum itinerário de 16 noites pelo denominado “corredor do Atlântico”, que contempla igualmente paragens nas cidades do Funchal, StaCruz de La Palma, Gran Canaria, Fuertoventura e Lisboa.
Inaugurado em 1995, o ORIANA foi construído nos estaleiros alemães Meyer Werft, em Papenburg. Mede 260 metros de comprimento, 32 metros de largura, 7,9 metros de calado, possui 69,153 toneladas de arqueação bruta e tem capacidade para 1820 hóspedes e 820 tripulantes. Com 10 decks para passageiros, dispõe de 909 cabines, 592 das quais são exteriores e 317 interiores simples.
Apesar de ser o mais antigo navio da frota da P&O Cruises é também o mais rápido, uma vez que detém o troféu Golden Cockerel, prémio que lhe foi atribuído por ter atingido a velocidade de 26,2 nós. Sucedeu, assim, ao emblemático Canberra, que durante largos anos foi o detentor daquela distinção. No final do corrente ano este paquete deixará a frota desta operadora britânica e rumará para a Ásia, em virtude de ter sido adquirido por um operador daquele continente.
As escalas da Abril terminam em Ponta Delgada no dia 30 com a paragem nesta cidade de mais dois navios de cruzeiro.
O primeiro visitante será o AZAMARA JOURNEY, um dos três navios que compõem a frota da conceituada operadora norte-americana Azamara Club Cruises, uma das empresas "premium" do grupo Royal Caribbean International.
Esta passagem na nossa ilha e no dia anterior na cidade da Horta insere-se num cruzeiro de 12 noites que se inicia no dia 21 em New York e ira terminar em Lisboa no próximo dia 2 de Maio, e que contempla um paragem em Hamilton na Bermuda.
Construído no ano 2000, nos estaleiros franceses Chantiers de L’Atlantique, em Saint-Nazaire, França, o atual Azamara Journey tem 181 metros de comprimento, 25,5 metros de boca, 5,8 metros de calado e possui 30.277 toneladas de arqueação bruta. Tem capacidade para alojar 690 passageiros e 380 tripulantes. Disponibiliza 9 decks de passageiros, aonde se distribuem os 358 camarotes, 332 com vista para o exterior e apenas 26 interiores.
Foi o sexto de oito navios idênticos da classe R (Renaissance) e recebeu precisamente a designação R6. Navegou igualmente como Blue Dream, então ao serviço da Pullmantur, e em 2007 já integrado na Azamara foi baptizado com o actual nome.
Intimista, requintado e acolhedor são alguns dos predicados que caracterizam este navio da Azamara Club Cruises, operadora do grupo Royal Caribbean.
O outro navio a chegar será o VISION of the SEAS, primeiro navio da popular “Vision Class” da conhecida operadora norte americana Royal Caribbean International, que estará em Ponta Delgada numa escala englobada num cruzeiro posicional de 16 noites entre a cidade de Galveston no Texas e Barcelona, que para além de Ponta Delgada contempla paragens em San Juan de Puerto Rico, Málaga, Alicante e Palma de Maiorca.
Construido nos estaleiros Chantiers de lÁtlantique em St Nazaire, França foi inaugurado em 1998. Possui 78.491 toneladas de arqueação bruta, 279 metros de comprimento, 32,2 metros de boca e 7,7 metros de calado. Tem capacidade para alojar 2.435 passageiros em ocupação máxima, sendo a sua tripulação composta por 765 elementos.
fotos : António Silva, Google
texto : António Silva 

domingo, 14 de abril de 2019

KONINGSDAM EM PONTA DELGADA

O terminal de cruzeiros das Portas do Mar recebeu hoje pela terceira vez a visita do luxuoso KONINGSDAM, um dos maiores e mais luxuosos navios da operadora norte americana Holland America Line com sede em Seattle. 
Esta paragem na nossa cidade é a primeira de um cruzeiro de 13 noites e que leva este já famoso paquete desde Fort Laudardale na Florida, porto base da companhia durante o Inverno até ao porto italiano de Civitavecchia, incluindo igualmente no seu trajecto escalas  em Málaga e Cartagena em Espanha.
Inaugurado em 2016, foi construído nos estaleiros italianos de Fincantieri em Marghera, tendo sido madrinha a rainha Máxima da Holanda. Como dimensões possui 296 metros de comprimento e uma boca de 35 metros possui 99.836 toneladas de aequeação bruta. 
Em ocupação normal transporta 2.650 passageiros que poderão chegar aos 3.375 em capacidade máxima, sendo a sua tripulação composta por 930 elementos. Neste cruzeiro encontram-se a bordo 2.366 passageiros e 978 tripulantes
Tal como os restantes navios da companhia a sua decoração é muito sóbria, aonde impera os tons cinza e marrom.  Os arquitectos  e os designers de interiores preocuparam-se em transmitir ao navio um conceito musical muito distinto, baptizando alguns dos deus decks com nomes de famosos compositores de outrora como Bethoven, Mozart e Gershwin. 
O seu atrium de 3 andares foi concebido com um tecto iluminado a imitar o céu aonde se pode apreciar o movimento das nuvens à deriva, numa atmosfera esplendorosa. Em suma um excelente navio de cruzeiros que tem merecido dos críticos da especialidade os melhores elogios. 
fotos & texto : António Silva