sábado, 5 de junho de 2021

Descobrindo o WORLD VOYAGER

Foi com grande espectativa que visitamos o WORLD VOYAGER na sua escala inaugural em Ponta Delgada.

E de facto sentimos um grande orgulho em entrar a bordo de um navio de cruzeiros construído em Portugal nos estaleiros da WestSea em Viana do Castelo, sendo igualmente português o gabinete de design de todos os seus interiores. 

Um dos locais que gostamos mais de apreciar é sem duvida da ponte de comando, o local aonde o comandante e oficiais da ponte dirigem e controlam 24 horas tudo o que se passa a bordo. A mesma enquadra-se nas pontes de ultima geração, extremamente espaçosa e dotada de todos os mais modernos equipamentos de navegação.


LOBBY
Muito embora já tenhamos visitado muitas dezenas de navios de cruzeiro, o WORLD VOYAGER deixou-nos um excelente impressão. Os seus espaços foram criados com muito bom gosto, aonde o requinte se alia ao conforto, tornando a sua vivencia a bordo algo de muito agradável. A entrada no navio no Deck 4 é feita pelo Lobby, aonde estão sediada a recepção e o balcão de excursões,  a  Polar Library (equipada com muitos livros e alguns jogos de mesa) e a Polar Boutique, uma elegante boutique aonde se pode encontrar vestuário de marca e diversos outros produtos.  



O Lecture Theatre é um auditório dedicado essencialmente para palestras sobre os portos a visitar e de apresentação das atividades diárias no navio. Igualmente permite que seja usado como sala de cinema. 



OBSERVATION LOUNGE

O navio oferece muitas áreas publicas distribuídas pelos 6 Decks para passageiros, incluindo um espetacular Observation Lounge (dotado com uma cúpula de vidro) e com terraço ao ar livre ao redor. 




VOYAGER LOUNGE

Outro dos espaços que nos agradou muito foi o Voyager Lounge, uma área multiuso equipada com bar completo e dotada com grandes janelões do chão ao teto e equipada com confortáveis e luxuosos  cadeirões e poltronas.



Restaurante "DINING ROOM"

Terraço

É igualmente no Deck 4 que encontramos o "Dining Room Restaurant", um requintado restaurante localizado na popa, que surpreende pelas grandes janelas, e que permite a entrada de bastante luz natural. O mesmo possui um terraço que oferece a possibilidade dos passageiros usufruírem as refeições ao ar livre.


SPA

GINASIO

É igualmente no Deck 7 que encontramos alguns equipamentos de lazer, como o sempre imprescindível SPA aonde impera igualmente o bom gosto na sua conceção e um "Sauna Room" dotado com janelões que permitem aos seus utilizadores desfrutar de uma vista sobre o mar,  assim como um ginásio dotado de diversos equipamentos de manutenção.



A sua piscina exterior de agua aquecida possui igualmente um área infantil com piscina rasa. É  rodeada por uma área para banhos de sol com confortáveis espreguiçadeiras.   


No Deck 8 existe uma pista de jogging e é onde se encontram  colocados os zodíacos que equipam este navio, e que servem para os chamados desembarques de exploração. É igualmente aqui que se encontra o Heliponto, para alguma emergência.

Tivemos igualmente a possibilidade de visitar alguns dos camarotes de diferentes categorias e podemos afirmar que encontramos aposentos de alto nível, com excelentes dimensões, aonde impera o bom gosto na sua criação. 

FRENCH BALCONY


ADVENTURE CABIN


OWNER SUITE

O WORLD VOYAGER dispõe de 98 camarotes divididos em sete categorias, que variam de dimensões  entre os 17 m2 para Adventure Cabin e os 33 m2 das Owner suite, sem esquecer as French Balcony com 25 m2. 

Todas são luxuosamente equipadas, diríamos mesmo que os designers da Mystic esmeraram-se em pormenores de excelente nível, secador de cabelo, roupões de banho e chinelos, produtos de banho premium, HDTV com sistema de entretimento, internet e Bluetooth, cofre eletrónico e frigobar totalmente abastecida.

Aqui deixamos mais algumas imagens deste magnifico navio de cruzeiros português, que veio definitivamente lançar uma rota que  muito ansiada entre a Madeira e Açores, que temos a certeza que irá abrir as portas  a que mais operadoras de cruzeiros olham para estas ilhas, que como escreveu o capitão Hans Soderholm "é um grupo incrível de ilhas que mais pessoas devem visitar" 


                                                           


                                                         


                                                                  



Uma palavra de agradecimento a Mário Ferreira, o armador português que passo a passo está a entrar neste competitivo mundo dos cruzeiros de expedição e que neste tempo de pandemia decidiu apostar nas rotas entre as ilhas portuguesas.

texto e fotos ; António Silva


Sem comentários: