terça-feira, 30 de março de 2010

Memórias: MV Clipper Adventurer

Texto: André Moura (ACC)
Fotos: Shipspotting.com e André Moura


Chegou esta segunda-feira às Portas do Mar um pequeno navio que fará dois cruzeiros pelas várias ilhas do nosso arquipélago. De facto, o Clipper Adventurer estará entre nós no período compreendido entre 5 a 20 deste mês, altura em que será possível, na maior parte das nossas ilhas, ter a oportunidade de apreciar mais um navio que foi construído para a ex União Soviética.


Categoria: **+
Operadora: Noble Caledonia
Contrutor: Brodogradiliste Titovo (ex Jugoslávia - hoje Croácia)

Ano de Construção: 1975
Tonegagem: 4,376 t
Comprimento:100m
Boca: 16,24m
Calado: 4,65m
Potência: 2H 2 MAN B&W x 3,884kw
Velocidade de serviço: 14 nós
Capacidade máxima de passageiros: 122
Elementos de Tripulação: 72
Oficiais: Russos e Europeus
Vida a bordo: Standard
Bandeira: Bahamas

Foi na ex Jugoslávia, nos estaleiros Brodogradiliste Titovo, localizados na actual Croácia, que foram encomendados 8 navios com características muito específicas, entre eles o então Alla Tarasova, para uma das companhias estatais soviéticas, no caso a Murmansk Shipping, que se dedicava ao serviço costeiro de passageiros. Todos estes 8 navios foram baptizados com nomes de cantoras de ópera ou actrizes soviéticas famosas e destinavam-se a operarem em condições muito adversas, principalmente tendo por base a diversidade das rotas a que se destinavam como o Árctico, a Sibéria ou o Sul do Chile.
Em todos os barcos da série Mariya Yermolova, foi construída uma proa reforçada, própria para quebra-gelos, daí ter lhe sido atribuída a classe A-1 para mares gelados, o que não invalidou que o nosso próximo visitante ficasse encalhado no gelo no ano 2000, no mar Bellingshausen, na península oeste da Antárctida.

O então Alla Tarasova e agora Clipper Adventurer sofreu uma profunda remodelação em 1997-98, onde foram gastos cerca 11 milhões de euros com o objectivo de o adaptar a novas realidades inerentes à tipologia de cruzeiros de aventura. É precisamente nesta área que o Clipper Adventurer tem sido utilizado, ou seja em viagens muito específicas, diferentes das rotas tradicionais, onde acima de tudo se procura expedições a locais inóspitos, aventura, contacto directo com a natureza e vida selvagem.

O serviço a bordo é bom mas não existe aquele tipo de animação habitual nos cruzeiros comuns. Segundo a crítica avalizada, a animação que existe a bordo é o são convívio entre os entusiastas que se efectua no bar e salão.

Embora pequeno e com poucos passageiros, é uma escala importante, uma vez que promove todo o arquipélago e significa várias visitas a diversas ilhas na região. Neste sentido, devem as iniciativas destes operadores ser encarados de uma forma muito positiva e inclusive apoiadas com o intuito de cada vez mais promover o destino Açores.

Fotos de André Moura - 2010/03/29
Fotos Exteriores
Fotos Interiores e detalhes dos Decks
Posts do Blog Sergio@Cruises alusivos a este navio

segunda-feira, 29 de março de 2010

Ship Parade Photo of the Week

O Azores Cruise Club (ACC), foi distinguido esta semana com a Foto da Semana do popular site Ship Parade. O autor e coordenador do blogue captou a "Photo of the Week" no passado dia 26 aquando da chegada antecipada do MS Deutschand a Ponta Delgada.

"Os Açores são um porto de escala popular nesta altura do ano uma vez que se situa a meio caminho entre as Caraíbas e a Europa. Este é o Deutschland da Reederei Deilmann fotografado por Bruno Rodrigues em Ponta Delgada a 26 de Março. Está nesta altura a caminho de Lisboa numa viagem com início em La Guaira (Venezuela). Este navio de bandeira alemã com interior de estilo ecléctico clássico, estrela do programa de TV alemão "Das Traumschiff", de imaculada conservação, é único na sua classe. Dê uma vista de olhos no nosso ShipTour com muitas fotos interiores."

Pensamos tratar-se a primeira vez que uma foto tirada nos Açores ser galardoada com o "Photo of the Week" pelo Ship Parade, mas temos a convicção de que será a primeira de muitas. 


Para além da Foto da Semana, o ACC viu quatro fotos de membros serem adicionadas ao directório do Ship Parade. Do André Moura, uma na página inicial do navio Deutschland e outra na lista de fotos do mesmo navio.



A terceira foto do André diz respeito ao navio Oriana, na sua escala em Ponta Delgada no dia 23 de Março.
Por fim felicitar também o membro do ACC António Simas pela sua foto também ao Oriana no dia 23 de Março, foto essa que passou também a constar na primeira página deste navio no directório do Ship Parade.


Parabéns André e António pelas fotos de excelente qualidade!
 
O ACC pretende constituir a curto/médio-prazo o seu próprio directório de fotos enviadas pelos seus sócios e leitores do blogue. Até que tal venha a ser concretizado, encoraja-mo-vos a enviar as vossas melhores fotos para cruzeirospdl@gmail.com , indicando o nome do navio, data e local dos Açores em que a foto foi tirada (exclusivamente nos Açores).

Enviar fotos para o Ship Parade é também um processo simples, bastando seguir as instruções indicadas aqui. Depois é só aguardar alguns dias para verificar se a sua foto foi seleccionada para constar no site ou mesmo para "Photo of the Week".

sexta-feira, 26 de março de 2010

MS Deutschland

O Deutschland da Peter Deilmann Cruises antecipou a sua chegada a Ponta Delgada para o dia de hoje.


De acordo com o agente do navio (AllShips - Agência de Navegação), contactado por Ana Coelho do Correio dos Açores, devido ao mau tempo em viagem o navio cancelou a sua escala prevista para hoje no porto da Horta e chega hoje pelas 19h00 ao terminal das Portas do Mar com os seus 434 passageiros e 255 tripulantes (na sua grande maioria alemães). O Deutschland irá pernoitar em Ponta Delgada e larga amarras pelas 19h00 de Sábado.
O Azores Cruise Club agradece à jornalista (e membro do ACC) Ana Coelho a disponibilização desta informação.

Fotos por Bruno Rodrigues - 2010/03/26
Memórias: MS Deutschland

quinta-feira, 25 de março de 2010

Memórias: MS Deutschland

Texto: André Moura (ACC)
Fotos: Shipspotting.com


No próximo dia 27 deste mês de Março (chegada prevista para as 7h00 e saída às 17h00), vindo das Caraíbas, via Faial e com destino ao Funchal, Ponta Delgada receberá um navio que, à primeira vista, não cativará muito os olhares mais distraídos nem despertará grande curiosidade de quem passará nas Portas do Mar.



Categoria: *****
Operadora: Peter Deilmann Cruises
Contrutor: Howalddswerk Deutsche Werft (328) Alemanha

Ano de Construção: 1998
Tonegagem: 22,400 t
Comprimento:175m
Boca: 23m
Calado: 5,8m
Potência: 2x MaK-DMR 8M32 Diesel + 2x MaK-DMR 6M32 Diesel (12,300kw combinados)
Velocidade de serviço: 20 nós
Capacidade máxima de passageiros: 560
Elementos de Tripulação: 270
Oficiais: Alemães
Vida a bordo: Premium/Deluxe
Bandeira: Alemanha



Pelo seu aspecto exterior, o Deutschland não nos impressiona muito se compararmos com outros navios que por cá vão passando, no entanto apraz-nos registar que certamente este será um dos mais luxuosos barcos de cruzeiro que nos visitarão nos próximos tempos.

Enganem-se todos aqueles que pensam que o navio da companhia alemã Peter Deilmann possui todas aquelas características tão comuns à maioria dos cruzeiros actuais como discotecas, camarotes com balcões, casinos, escaladas e afins. O nosso visitante do próximo sábado foi especialmente concebido para um público requintado, muito requintado aliás, e, neste sentido, basta lembrar que os passageiros do malogrado último voo do Concorde se destinavam a embarcar no Deutschland, que os esperava em Nova Iorque.


Concebido para o mercado alemão, este navio surpreende pelos seus interiores do mais sumptuoso que existe no género, com salões majestosos, restaurantes ricamente decorados, com obras de arte de grande valor, algumas das quais até são originais valiosos, belíssimos mármores, madeiras nobres, mobílias luxuosas ou lustres em cristal, tudo foi pensado para tornar a vivência no Deutschland algo muito além de um simples cruzeiro mas sim uma experiência verdadeiramente inesquecível.



Toda a sua decoração reflecte a opulência e sumptuosidade dos Loucos Anos 20 do século passado, ao estilo dos grandes hotéis da época, mas também não deixa de ser uma realidade que todos estes predicados não cativam muitos turistas que preferem um cruzeiro mais na óptica do estar à vontade, sem grandes formalismos e com toda a ambiência tipo parque de diversões, com barulho, divertimento e muita confusão!


No Deutschland não encontramos essas ambiências tão características dos cruzeiros mais comuns no mercado, pois é algo completamente diferente , é como que recuar no tempo quando as coisas boas da vida eram realmente apreciadas, sem stress nem consumismos exagerados.


De acordo com a crítica generalizada, não há navios nem cruzeiros perfeitos, mas este é, sem dúvida, um dos que, a todos os níveis, melhor categoria tem patenteado nos últimos anos.

quarta-feira, 24 de março de 2010

Fotos e Vídeos do Oriana

A terceira escala do Oriana ficou marcada pelo bom tempo, que proporcionou belas fotos.
Os contributos que se seguem são de André Moura, António Silva, António Simas e eu próprio, todos membros do ACC - Azores Cruise Club.  Para além destes apresenta-se também uma fotografia enviada pelo visitante João Brandão.
A todos o meu sincero agradecimento. Venha o Deutschland, já no próximo sábado!



Fotos por André Moura, António Silva, António Simas e João Brandão - 2010/03/23
Fotos por Bruno Rodrigues - 2010/03/23 
Vídeo por Bruno Rodrigues - 2010/03/23 
Fotos por André Moura, António Silva e António Simas - 2010/03/16
Vídeo por André Moura - 2010/03/16
Fotos por António Silva - 2010/01/12

terça-feira, 23 de março de 2010

Terceira escala do Oriana em 2010

Chegou hoje novamente a Ponta Delgada o Oriana, da P&O Cruises. Esta é a terceira escala deste navio em Ponta Delgada este ano, e não será a última. A sua chegada ao terminal das Portas do Mar deu-se por volta das 12h30. Desta vez o Oriana, com os seus cerca de 1828 passageiros e 760 tripulantes, faz uma escala em sentido inverso à da passada semana, rumando às caraíbas neste cruzeiro de 22 noites. A previsão meteorológica não prometia ser favorável, mas está um belo dia em Ponta Delgada, como aliás é visível nas imagens de chegada do Oriana, retiradas a partir da sua webcam:






A quarta escala do Oriana no nosso porto está marcada para o mês de Agosto.

Memórias: P&O Cruises 

quinta-feira, 18 de março de 2010

ACC no Bom Dia Açores

O Azores Cruise Club (ACC), representado pelo António Silva, foi alvo de entrevista e divulgação no programa Bom dia Açores do dia 17 de Março. A entrevista foi mais uma oportunidade de divulgar o trabalho que está a ser desenvolvido, as metas que se pretendem atingir a curto e médio prazo, abordando também a temática dos cruzeiros na nossa região.
Os nossos parabéns ao António pelo excelente testemunho.
Fica aqui a entrevista em causa, dividida em 2 partes:



Relembramos que continuam abertas as pré-inscrições no clube a todos os interessados através do formulário disponível no blog.

terça-feira, 16 de março de 2010

MV Oriana pela 2ª vez em 2010

Chegou esta manhã por volta das 10 horas ao cais comercial de Ponta Delgada o navio Oriana da P&O Cruises, com proveniência das Bahamas, sendo esta a sua segunda escala na nossa cidade em 2010. Nesta escala o Oriana deverá partir por volta das 18 horas com os seus cerca de 1828 passageiros e 760 tripulantes rumo a Southampton, na Inglaterra, onde dará por terminada viagem. Deverá ser uma escala com alguns problemas em termos de logística, dado o movimento de contentores no porto.

As fotos que se seguem foram cedidas pelo André Moura, António Silva e António Simas. A todos eles agradeço o contributo.




Webcam Exterior - 12:15 - Fonte: P&O Cruises

A sua última visita foi acompanhada pelo blog, na escala de 12 de Janeiro de 2010
Para a próxima semana está prevista nova escala, no dia 23, desta vez nas Portas do Mar, com proveniência de Southampton em início de mais um cruzeiro nas Caraíbas. Está também prevista uma quarta escala do Oriana para o mês de Agosto e 3 escalas deste navio em 2011. Começa a ser um "visitante" assíduo, o Oriana.

Memórias: P&O Cruises  

domingo, 14 de março de 2010

Memórias: Oriana

Texto: André Moura (ACC)
Fotos: Shipspotting.com


Será já na próxima 3ª feira, dia 16 de Março, que receberemos um ilustre visitante nas nossas Portas do Mar, nem mais nem menos que o Oriana, navio de cruzeiros da lendária Peninsular & Oriental Steam Navigation, hoje designada por P&O Cruises UK (doravante P&O), uma das mais prestigiadas companhias do género na actualidade e considerada como a responsável pela invenção dos cruzeiros.





Categoria: ****
Operadora: P&O Cruises
Contrutor: Meyer Werft (636) Alemanha
Tonegagem: 69,153 t
Comprimento:260.0m
Boca: 32,20m
Calado: 7,9m
Potência: 2x 4X MAN-B&W Diesel 47,750kw
Velocidade de serviço: 24 nós
Capacidade máxima de passageiros: 1928
Elementos de Tripulação: 760
Oficiais: Britânicos
Vida a bordo: Standard
Bandeira: Bahamas

É um navio que patenteia uma elegância intemporal, fugindo aos modelos actuais de mega construções, pois apresenta-se com linhas elegantes, apelativas e sóbrias, tendência clara em corresponder às exigências do mercado a que se destinou, ou seja, ao mercado britânico.





Foi precisamente o primeiro navio propositadamente construído a pensar apenas nesse mercado, e a resposta aos intentos da P&O foi logo evidente pois rapidamente se tornou num grande sucesso e um dos navios favoritos dos ingleses. Aliás, acabou por se tornar nos anos 90 uma referência a vários níveis e um modelo de sucesso comercial. Apraz-nos ainda registar que é o segundo navio desta companhia a ostentar este nome.



A P&O tinha como objectivo inicial construir o Oriana em estaleiros britânicos, mas nenhum tinha capacidade para dar resposta a um projecto desta dimensão, o que nos faz pensar que longe vão os tempos em que os estaleiros das terras de Sua Majestade eram reis e senhores no que à construção naval dizia respeito. 

Por este facto, foram os construtores de Papenburg, estaleiros Meyer Werft, na Alemanha que acabaram por executar o projecto. Acrescente-se que, até 1995, o Oriana foi o maior navio de cruzeiro construído naquele país. Foi nesta data que iniciou a sua actividade e como curiosidade refira-se que na cerimónia de baptismo e entrega do navio, em Southampton, esteve presente nem mais nem menos que a rainha de Inglaterra, Isabel II.


Actualmente, o Oriana está sediado em Southampton, porto de partida e também de chegada para cruzeiros à volta do mundo, Caraíbas, Fiordes, Báltico ou Canárias. Em 2006, foi profundamente remodelado em Bremerhaven, na Alemanha, numa intervenção que custou cerca de 13 milhões de euros. Nessa altura, o registo do navio foi alterado de Londres para Hamilton, na Bermuda, em virtude de assim poderem ser celebrados casamentos a bordo.


Informações adicionais sobre este navio e escala de Janeiro de 2010
Memórias: P&O Cruises

quarta-feira, 10 de março de 2010

Marco Polo pernoita nas Portas do Mar

Chegou esta manhã por volta das 7 horas e 30 minutos a Ponta Delgada o navio Marco Polo da Cruise & Maritime Voyages, este que é já uma presença familiar nos nossos mares, em especial nos últimos anos com várias escalas realizadas. Nesta escala o Marco Polo irá pernoitar nas Portas do Mar, partindo apenas na quinta-feira por volta das 12 horas com os seus cerca de 950 passageiros e 350 tripulantes.





As suas últimas visitas foram acompanhadas pelo blog, nomeadamente a escala de 8 de Janeiro de 2010 e a escala de 10 de Outubro de 2009

 Marco Polo em Ponta Delgada a 10 de Outubro de 2009 (Bruno Rodrigues)

Ainda em 2010 o Marco Polo voltará a visitar-nos, tendo escala marcada para 12 de Dezembro. Em 2011 há já uma escala confirmada para o mês de Fevereiro.


 Marco Polo em Ponta Delgada a 10 de Outubro de 2009 (Bruno Rodrigues)

Informações adicionais sobre este navio e escala de Outubro de 2009
Informações adicionais sobre este navio e escala de Janeiro de 2010 
Memórias: Marco Polo (ex. Aleksandr Pushkin) - por André Moura (ACC)

sexta-feira, 5 de março de 2010

Memórias: Marco Polo (ex Aleksandr Pushkin)

A poucos dias de mais uma escala do bem conhecido Marco Polo no nosso porto, damos a conhecer um pouco mais da sua história.

Texto e Fotos: André Moura (ACC)

Categoria: ***
Operadora: Cruise & Maritime Voyages
Tonegagem: 22,080 t
Comprimento: 176.28m
Boca: 23,60m
Calado: 8,17m
Potência: 2x Sulzer Diesel 14,444kw
Velocidade de serviço: 19,5 nós
Capacidade máxima de passageiros: 950
Elementos de Tripulação: 356

Oficiais: Escandinavos
Vida a bordo: Standard
Bandeira: Bahamas


Entre 1964 e 1972, a ex União Soviética encomendou cinco navios de passageiros aos estaleiros Mathias-Thesen, em Wismar, na então Alemanha Oriental. O primeiro designado como Ivan Franko, construído em 1964 operou até 1997, o segundo Aleksandr Pushkin, entregue em 1965 e ainda a navegar, Taras Shevshenko, construído em 1967 terminando a carreira em 2005, foi o terceiro, Shota Rustaveli, que iniciou a actividade em 1968 e terminando-a em 2003, o quarto e, já na década de 70, o último desta classe Mikhail Lermontov, construído em 1972 mas que, por via de se ter afundado em 1986, acabou por ter um período de existência muito curto.

Aleksandr Pushkin

A classe Ivan Franko, como assim ficou conhecida, servia duas das principais companhias soviéticas de então, a Black Sea Steamship Co, sediada em Odessa, na actual Ucrânia e a Baltic Steamship Co, com sede em Lenningrad, actual St. Petersburgo, na Rússia.


O agora Marco Polo, o único sobrevivente da sua classe, começou a navegar com o nome de Aleksandr Pushkin para a Baltic Shipping Co no verão de 1965, fazendo uma série de cruzeiros antes de ser colocado na rota transatlântica de carreiras regulares entre Leninegrado e Montreal na primavera do ano seguinte. Destaque-se a interessante lotação do barco, 116 passageiros em primeira classe e 650 em turística… o que dá que pensar onde estaria o sentido de igualdade entre os camaradas soviéticos?! A partir de 1975 este navio realizava apenas cruzeiros e em 1979 foi alugado à companhia alemã Transocean Tours, num charter que durou cinco anos. Em 1985, foi transferido novamente para interesses russos, nomeadamente para a Far Eastern Shipping Co de Vladivostok.


Nos anos seguintes, fez cruzeiros para a CTC Lines, uma empresa britânica mas com interesses soviéticos, cruzeiros esses que ligavam a Europa à Austrália. Após um curto período em lay-up em Singapura, foi vendido em 1991 à Shipping and General (Orient Lines) e enviado para a Grécia com vista a efectuar uma grande remodelação, facto que acabou por demorar quase três anos.


Marco Polo (Orient Lines)

Desde então, e já com o nome actual, o Marco Polo tem sido um barco muito popular junto do mercado alemão e inglês, não só pelo saudosismo que as suas linhas clássicas apresentam mas também pelos itinerários não tão convencionais que realiza.


Em 1998, a Norwegian Cruise Line adquiriu a Orient Lines mas apesar de tal situação o Marco Polo manteve intactos os propósitos que estão na base da sua operação. Em 2007, o navio foi vendido à Global Maritime of Greece, de quem foi posteriormente fretado novamente à Transocean Tours.
No presente, o Marco Polo iniciou oficialmente a 2 de Janeiro de 2010 novos cruzeiros com na sua nova operadora britânica, a Cruise & Maritime Voyages cujo principal mercado alvo será o inglês, com os itinerários a partirem com maior frequência em Tillbury, na cidade de Londres.


 Marco Polo (Cruise & Maritime Voyages)

Primeiro com nome de um dos maiores vultos da poesia russa, quer agora com o nome do grande viajante que foi o italiano Marco Polo, é sempre uma excelente oportunidade de rever no nosso porto este belo exemplar dos navios com as linhas clássicas dos anos 60/70, cada vez mais condenados a desaparecer face aos “gigantes” que são lançados no mercado todos os anos.


Informações adicionais sobre este navio e escala de Outubro de 2009
Informações adicionais sobre este navio e escala de Janeiro de 2010